($you_are_freelancer != $dedicacao_exclusiva) == true

Como se não bastassem os prazos, nosso amigos clientes constumam fantasiar sobre a nossa vida de freela.

Muitos acreditam que trabalhar em casa é acordar e ligar o computador pra trabalhar.  Acordar às 6h e ir fazer seus projetos. Depois vc fica neles até a meia-noite. Pronto, tempo suficiente pra terminar o site em um dia.

Acham pouco e ainda pensam que nós somos de dedicação exclusiva.

Não que a gente não dê a atenção necessária mas acho que tem gente que pensa que quando eu não to trabalhando em seu projeto, acha que eu tô sem fazer nada.

É sempre bom estabelecer limites com seus clientes quanto à atendimento. Nunca é demais esclarecer que vc tem outros projetos pra dar atenção e que não é justo que vc prejudique um pra dar manutenção especial à outro.

Se ainda assim o cliente insistir em um privilegiozinho lembre a ele que se vc não faz isso com os outros clientes tb não o fará com ele.

E se, mesmo assim, ele apelar… rola a luta de paciência.

Queria saber se isso só acontece comigo. #ForeverAlone


Baby you are FRAMEWORK!

Ultimamente meu amor por frameworks tem sido intensificado. É estranho como não aprendemos melhor sobre ele nas universidades!

Usar um conjunto de códigos prontos pode parecer coisa de preguiçoso à primeira vista (eu pensava assim!) mas o ganho de produtividade é colossal!

Eu tenho como base a criação das folhas de estilo de uma página web. Com tanta frescura de um navegador (e até entre versões de navegadores) pra outro, o desenvolvimento de uma folha de estilos tende a ser um saco por completo!

960 gid system e blueprint css são duas frameworks de CSS muito boas que ajudam a fazer o alicerce so site. Sim, apenas o básico, eles nos ajudam no trabalho chato, deixando a customização (a parte divertida) por nossa conta.

Existem vários outros frameworks pra outras aplicações  e eu sugiro que antes de se meter a besta de programar na mão grande eu sugiro que pelo menos ou vc procure por um framework que te agrade ou pelo menos crie o seu!


Pra quê essa pressa Senhor Cliente?

Prazos, deadlines, metas e as calças dos integrantes da banda Restart estão ficando cada vez mais apertadas.

Eu insisto em dizer às pessoas que não faço sites e sistemas com prazos adornados com um “ontem” ou “amanhã”. Isso é algo que eu vejo como problema de educação.

Veja onde fica a educação:

Estou lá em minha casa, deitado na minha cama, tomando meus drinks e vendo Stéfhany no youtube quando me bate um calafrio na espinha. Imediatamente o telefone toca e já começa o inferno. Sei que não presta quando eu vejo “Número inibido” na tela do celular.

Eu – Alô.

Cliente – Alô, Marcos Cesar? Vc faz site?

Eu – Sim, em que posso ajudá-lo?

******** É aqui que começa a desgraça **********

Cliente – Então, eu tô precisando de um site simples…

Eu – (Nunca é complicado ou elaborado)

Cliente – … que seja acessível e rápido…

Eu – (Nunca recebi proposta pra fazer site bagunçado veloz feito tartaruga mas continuemos ouvindo)

Cliente – … e preciso dele pronto pra…

******* Vejam os prazos que me oferecem ************

a) e preciso dele pronto pra ontem.

b) e preciso dele pronto pra amanhã.

c) e ele ja devia estar pronto, então vc vai ter que correr.

Aí eu tenho que respirar um pouco. Começo com um rápido e sonoro “NÃO”. Aí eu tento, eu disse tento, me justificar.

Sempre alego que não tenho condições de fazer um site tão rápido. Demoro cerca de uma semana a duas pra fazer um site simples. Não é questão de incompetência e sim responsabilidade. Não adianta querer fazer um site em dois dias se vou gastar mais 15 só pra deixar como o cliente precisa (que é bem diferente de deixar como o cliente quer).

Se o cliente insiste eu sempre pergunto porque diabos tem que fazer um site tão rápido. Isso eu pergunto a todo mundo. Pra que essa pressa em botar o site no ar? Motivos existem mas aceitáveis são poucos, geralmente o prazo curto é apenas por vontade. Uma coisa é fazer um hotsite de uma campanha publicitária, que tem datas bem definidas e prazos a meu ver bem rigorosos; outra coisa é um senhor arrogante que ficou com inveja do concorrente que tem um site e quer mostrar que tb tem capacidade de ter um site.

Quer saber como identificar a razoabilidade de um prazo curto com uma pergunta? FÁCIL DEMAIS:

Pra que essa pressa senhor cliente?


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.